terça-feira, 12 de julho de 2011

Um dia bipolar


Nossa colunista, Flávia Werlang, nos fala da dor e da delícia de ser uma mãe solo: apesar de estar encantada com a filha que engatinha, não pode deixá-la sozinha nem por um minuto e não tem com quem dividir os cuidados com a bebê.

Um comentário:

  1. Ai...me vi em tudo que vc postou amore...aiaiaia.O pior que eu fico com dor na consciência qd sou liberada mais cedo do trabalho,resolvo dar uma voltinha na rua ao invés de ir direto pra casa,mas ai me dar uma dor na consciencia e volta pra casa na hora....aff.Isso é normal?aiaiaia...bjos

    ResponderExcluir