domingo, 10 de abril de 2011

Produção independente sim, e daí?

Queria mandar por email, mas era anônimo e resolvi fazer um post:
Ju e meninas, acreditem, quando perguntarem pelo pai e você falar que é uma "produção independente" economiza tempo, aborrecimento e exposição. Ainda te poupa dos outros darem pitaco na sua vida. Busque dividir a sua história com quem está disposto a ouvi-la sem pré-conceintos e tem "bagagem" (elementos) para escutá-la sem julgá-la. Você e sua bebê não precisam disso. Economize sua energia para vocês. Conte comigo sempre. Beijos
Flavia e Luna.

12 comentários:

  1. Adoreia nova "cara" do Blog!!!
    Olha, a coisa que mais me irritava no início era justamente o povo querer saber quem era o pai do meu filho.
    Até que um dia eu me revoltei e comecei a ser grossa mesmo.
    Certa vez uma senhora "casada" e por isso "muito mais correta que eu que não tinha um homem" me perguntou quem era o genitor ao que eu respondi: "Fique calma, não é seu marido!"
    Que Saco!
    Algumas coisas só dizem respeito a você e a seu filho e pronto!
    Beijo,
    Cinthya
    http://odivaadellas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,


      Estudo Rádio Tv e internet e estou produzindo um programa ao vivo como parte de conclusão de meu 6 semestre.
      Será um programa sobre Mulheres do gênero Revista e em especial neste programa falaremos em um de nossos blocos sobre mulheres que são pais, e entre elas, mulheres que fizeram produção independente.
      Gostaria de saber se possível voces poderiam nos ajudar?
      Meu e-mail é: thami_scs14@hotmail.com

      Obrigada,
      Thamires

      Excluir
  2. também gostei da revolução no layout do blog, querida! Nova fase, tudo novo! é isso aí!!!
    adorei a resposta da Cinthya para a tal 'senhoura de bem'! =D hahahaha

    ResponderExcluir
  3. flávia, concordo e discordo...rsrs
    acho que certa curiosidade sobre o pai da criança é normal, mas é claro que a mulher não tem que dar satisfações a respeito disso para todo mundo, e obviamente existe mto preconceito. Eu mesma uma vez perguntei a uma menina que me contou que tava grávida: ué, vc é casada? depois fiquei rindo da minha caipirice... rsrs Agora, uma coisa me chamou atenção no blog: como assim engravidou sozinha? acho que ninguém engravida sozinha, a não ser quem escolhe inseminação... aí, beleza! Todo mundo escolhe!, pai ou mãe, escolhe ainda que inconscientemente ter e fazer um filho, escolhe inclusive não "ser" pai, ou não "ser" mãe - embora a segunda opção seja mais complexa, também existe. Acho que não se deve eximir ou diminuir a priori o valor do pai, concorda? fica mais fácil para eles, pelo menos eu acho, sair e dizer que engravidou sozinha... mas, como assim? não sei se entendi errado, mas não concordo com essa frase: crio minha filha sozinha, até aí eu entendo, agora engravidar sozinha, sei não... como é isso?

    ResponderExcluir
  4. Olá, meu nome é Ana Carolina Gabriel e sou estudante do 4o ano de Jornalismo. Para o meu TCC, estou escrevendo um livro-reportagem sobre os novos tipos de famílias contemporâneas.

    O meu capítulo em específico, tratará de mães solteiras que optaram pela inseminação artificial para realização de seu sonho.

    Gostaria de conversar melhor com você e te explicar o projeto melhor.

    Entre em contato comigo, por favor. Meu e-mail é anacarolinagabriel@hotmail.com

    Agradeço a atenção desde já!

    ResponderExcluir
  5. Olá,


    Estudo Rádio Tv e internet e estou produzindo um programa ao vivo como parte de conclusão de meu 6 semestre.
    Será um programa sobre Mulheres do gênero Revista e em especial neste programa falaremos em um de nossos blocos sobre mulheres que são pais, e entre elas, mulheres que fizeram produção independente.
    Gostaria de saber se possível voces poderiam nos ajudar?
    Meu e-mail é: thami_scs14@hotmail.com

    Obrigada,
    Thamires

    ResponderExcluir
  6. Olá, garotas! Tenho 38 anos, professor, casado, duas filhas lindas. Sem doenças, não fumo e nem bebo, atlético e trabalhador. Quem quiser e tiver afim de ser mãe e quiserem ter seus filhos de forma independente, posso ajudar. Dou uma mãozinha, doando meus espermatozoides, sem compromisso. Apenas pela transa, nada mais, ok. Quem quiser, coloque aqui sua disposição e contato, que a gente combina. Bjos!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  8. Estou procurando alguem que seja solteira e que fez reproducao independente, para me esclarecer algumas duvidas... estou pensando em fazer uma fertilizacao in vitro, mas tenho muitas duvidas e medos. Ate agora, so escolhi o semem. Se alguem puder me ajudar, por favor me contacta? cariziasamp@hotmail.com

    ResponderExcluir
  9. Estou procurando alguem que seja solteira e que fez reproducao independente, para me esclarecer algumas duvidas... estou pensando em fazer uma fertilizacao in vitro, mas tenho muitas duvidas e medos. Ate agora, so escolhi o semem. Se alguem puder me ajudar, por favor me contacta? cariziasamp@hotmail.com

    ResponderExcluir
  10. Olá sou de sp osasco 29 anos moreno pele clara, olhos castanhos mel cabelos negros, bonito, procuro uma parceria que queria realmente ser mãe, mais contanto pelo meu email kakapyro@hotmail.com

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir