segunda-feira, 25 de abril de 2011

Ontem & Hoje

Na Páscoa do ano passado eu pedia atenção ao pai da minha filha. Lembro que passei o feriado todo, sozinha, em casa contando com a ajuda de amigas vizinhas. Eu morava sozinha, enjoava muito, não conseguia cozinhar.... enfim...
Nesta Páscoa vejo a diferença. Com minha filha que hoje tem sete meses me sinto fortalecida. E vejo que o pai dela consegue amá-la. Luna esteve doentinha estes dias. Estava gripadinha. Toda hora que tossia e perdia a chupeta acordava. Isso de cinco em cinco minutos durante à noite. Claro que tem horas que você quer ter alguém do seu lado e poder dizer: "Agora é você!".
Mas estamos conseguindo estabelecer um certo nível de convivência que podemos "estabelecer algum nível de parceria". Durante o dia pude deixar Luna com ele um pouco para descansar e ontem ela passou a tarde e noite com ele e a mãe dele para eu descansar.
"Eu sou pai, tenho direito de cuidar". Tem direito e dever.
A audiência referente à pensão foi marcada para o dia 16. Vamos ver até quando dura nossa convivência "pacífica".
Meu pai sempre me ensinou que não existe nada como um dia após o outro com uma noite no meio :)
Vamos em frente... Contem comigo!!!

4 comentários:

  1. Comecei a ler o teu blog e nao mais parei...muitas coincidencias...ontem dia de Páscoa tb passei o dia todo sozinha...tb peço a atenção do pai do meu bebe (embora em silencio)...embora já me tenha conformado com a sua perda,a carencia aperta...espero dias melhores! amo mt o meu bebe :)))). bjinhos de Portugal

    ResponderExcluir
  2. é isso aí, bola pra frente e otimismo, amiga! =) tudo se acerta! ;)

    ResponderExcluir
  3. ser mãe lhe tornou uma mulher forte, agora alguém depende de vc, alguém necessita de sua atenção, maior até de quando vc estava grávida e sozinha...
    gostei das frases sobre a gravidez..
    beijos e que Jesus lhe abênçõe.

    ResponderExcluir
  4. Olá flavia! estou emocionada com sua história me comoveu muito, eu fui traida no começo da gestação e descobri tudo, meu esposo diz que foi só um beijo, mas não acredito! Afinal nós estavamos perdidos um do outro, ele estava me fazendo sofrer muito até que descobri ai quase me separei, não queria perdoa-lo, ele diz que se arrependeu, e hoje está ótimo...Mas ainda não confio, isso tudo me deixou a imaginar como seria se eu tivesse indo embora? Parabéns vc foi forte e um dia sua filha irá ver isso hoje que vou ser mãe de uma menina entendo como foi dificil para minha mãe enquanto meu pai nunca teve responsabilidade, mas só entendi isso quando começei a trabalhar e ajudar minha maezinha.

    ResponderExcluir