quarta-feira, 9 de março de 2011

Abstinência de Luninha

Meu bebê,
Mamãe já começou no novo trabalho. Já estou há três dias sem te ver. Hoje entendo porque algumas línguas não ousam por a palavra saudade em seu dicionário. É impossível dar nome a alguns sentimentos. Esta dor no peito de não ver seu sorriso banguela quando nós acordávamos, suas tentativas de comunicação - sejam com sons balbuciados aleatoriamente que mamãe entendia como discurso digno de paraninfo.
Princesinha, mamãe está aqui aguentando esta dor no peito para poder dar um futuro melhor para a gente. Mamãe não pode pegar você e sair contigo debaixo dos braços sem te dar uma casa, um rumo. Já fizeram isso comigo e não foi legal.
Esta mudança também é necessária para a gente poder ter um futuro melhor. Mamãe não podia viver estagnada sem perspectiva de melhoras e o melhor caminho foi arriscar. O caminho não é concreto, não teho certeza de onde vai dar, mas pelo menos estou tentando. Se ficar parada a gente não chega a lugar nenhum. Temos que ser corajosas e confiar no "nosso taco".
Daqui a pouco vem escolinha, as barbies, as roupinhas da moda... depois a faculdade... Mamãe tem que se estruturar desde hoje para poder garantir nosso futuro. Daqui a pouco vou procurar mais casinha. Onde será nosso novo lar. Logo, logo vou te buscar. Prometo. Obedece bem às vovós e vovôs e dá seu sorriso delicioso de sempre. Antes do que imaginamos, estaremos juntinhas e curtindo esta nova fase da nossa vida.
Te amo mais do que pode definir a palavra amor.
De mamãe para Luninha.

10 comentários:

  1. Ai, Flávia...
    Me deixou sem palavras agora.
    Boa sorte!
    Para vocês duas.
    E... FORÇA, amiga.
    Beijo grande,
    Cinthya

    ResponderExcluir
  2. Luninha vai ter muito orgulho da mamãe. Mulher guerreira, determinada! Tudo de melhor pra vcs!! bjs

    ResponderExcluir
  3. Luna princesa....agradece ao papai do céu por ter a melhor mãe do mundo!!!
    E, você, Flavinha, obrigada por me dar o prazer de ler mais um texto seu, emocionante e intenso, que me deixou com lágrimas nos olhos hoje!!
    Força sempre...só nós sabemos, você vai tirar isso de letra!!
    Amo vcs, estou aqui!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Flavia,

    parabéns pela coragem. Mas creio que Deus já esta te guiando. Ótima escolha de cidade, Floripa é linda e um ótimo lugar pra viver.

    Senti um pouco isso quando me separei e fiquei um pouco longe do meu filhote. Dói... só quem é pai e mãe que sabe.

    Tenha fé, é um período. Você esta procurando fazer o melhor para a sua filha, ela estará feliz nos braços dos avós e em breve você vai buscá-la e continuarão a ser companheiras inseparáveis no coração.

    Que Deus te dê resiliência, minha querida, resiliência. Amém.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Flávia, que palavras mais bonitas!! A Luna vai se emocionar quando um dia ela ler este relato! Boa sorte pra você e pra Luninha! beijos

    ResponderExcluir
  6. Lindo!!! "Mais do que pode definir a palavra amor" foi demais.

    Só o melhor para as duas. Para quem tem coragem e vai à luta. Arrasa, Flavia!!!

    Beijo grande, acompanhado das minhas melhores vibrações positivas,

    Bela - A Divorciada

    ResponderExcluir
  7. Nossa, como te entendo...eu que sou mãe em vôo solo caminhando contra todos os ventos e...conseguindo! Não te falta talento nem material humano. Tudo vai dar certo!
    bjs.

    ResponderExcluir
  8. Flávia, realmente deve está doendo demais... Toda construção é assim, primeiro vem a fase ruim - o início - depois da luta é só abundância e felicidade! Visualize coisas boas e elas acontecerão. Luninha irá te agradecer por tudo o que tens construido. Um beijo e um sorriso!

    ResponderExcluir
  9. E que Deus ilumine seu caminho sempre querida. Tudo vai dar certo, logo logo vc estará com sua pequena nos braços novamente!

    ResponderExcluir