sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

O medo.... Deles

Mães,
Tenho percebido que ser mãe solteira espanta os homens. Meu último relacionamento foi o pai da minha filha e, depois que engravidei, não tivemos mais nada. Apenas discussões. Agora, que Luna está com cinco meses, comecei a ter alguma vida social. Mas nada muito intenso. O que estou percebendo é: mãe solteira, ainda mais de uma criança novinha, causa medo. Sem querer ser exagerada acho que causa até pânico.
Eu acho que os homens tem medo que estejamos procurando um "pai" para nossas crianças. Vou ser sincera: tenho uma casa, minha filha e somos uma família. Quero sim, alguém para dividir bons momentos. E só. Pai a minha filha já tem. A história dela é esta. Não quero alguém para "costurar" ou "remendar" algum buraco. Os vazios deixados naqueles momentos ou em qualquer outro da minha história ficarão lá para sempre e terei que aprender a conviver com eles.
É engraçado que, quando eu digo que sou "mãe solteira" parece que eu estou procurando uma aliança. Não, não estou. Se procurei? Sim, no período que estava com a barriga crescendo e precisava do pai da minha filha, de alguém que estivesse nesta viagem comigo e, portanto, tivesse um nível maior de empatia pelo que eu estava sentindo.
Esta semana recebi o email de uma grávida de 40 anos que já tem um filho de cinco anos que diz: "Não me ajuda o fato das mulheres divorciadas com filhos pequenos serem as últimas da fila na preferência masculina. Quando meus meninos forem grandes, vou estar com quase 60...".
Pois é, amiga...
Mas acredito que ainda existem homens emocionalmente inteligentes que sabem distinguir as coisas.
Boa sorte para nós pra encontrá-los!!

Um comentário:

  1. eu acredito que existam homens de todos os modelos, formatos e tipos. E quando o seu chegar, voce vai saber. E ele vai saber...

    ResponderExcluir