sábado, 8 de janeiro de 2011

Tipo de pai

No dia dos pais, quando estava de oito meses, mandei esta mensagem para ele, pelo Orkut:

"XX
Feliz dia dos pais.
Existem vários tipos de pais: o genitor, o provedor, o parceiro, o brother... o herói e o bandido.
Só você sabe que tipo de pai vai querer ser. O que eu desejo, como mãe da Luna Maria, é que você consiga construir esta relação da melhor maneira possível. Este vínculo será criado apenas entre vocês.
Espero, no entanto, que daqui a 30 anos você se orgulhe do que foi (do seu papel) na história de vocês dois."

Após ler, ele me disse que ainda não sentia nada pela nossa bebê. Ainda bem que depois que ela nasceu isso mudou.

10 comentários:

  1. Flávia,
    Boa sorte pra vc! Imagino o quanto deve ter sido difícil. Vou te escrever um texto depois contando a história da minha irmã. Até hoje tenho um pouco de medo de engravidar por tudo que ela passou e por medo de repetições, mas sei que as pessoas são diferentes e sei que vai ser tudo diferente comigo.
    Um beijo grande e assim que puder escreverei contando.
    Ps. Vou te colocar na minha listinha de blogs e sempre que puder passarei por aqui para deixar um recadinho.

    ResponderExcluir
  2. eita q bonito isso.. eles não sabem o tipo de pai q são.. q bom q com o nascimento da Luna isso mudou. Conta dpois, pq o pai da Bia a viu pela ultima vez em Junho de 2009 (ela com 5 meses). me dói pq ele é pai e queria ve-los juntos, mas já desisti da ideia. ele sabe o papel q quer ter na vida! Tudo d bom pra vcs duas!

    ResponderExcluir
  3. É uma montanha russa, mas vale a pena! Somos foda.

    ResponderExcluir
  4. tennho um bb de 3 meses...MINHA GRAVIDEZ NAUM FOI FACIL...porém cheia de saúde.HJ ESTAMOS SEPARADOS,creio q foi melhor assim .Sei q ele ama o filho mas naum aprendeu ainda a ser pai por completo...Rezo p q um dia aprenda.Bju boa sorte p todas nós!

    ResponderExcluir
  5. Que bom que as coisas mudaram pra melhor ! Comigo, o pai da minha Maria, só a viu uma vez, e não quis mais voltar a vê-la .. Hoje acredito que estamos bem, e que Deus sabe o que é melhor pra nós duas . Boa sorte a todas nós :)

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito desse texto !!!
    Por mais que a gente queira q eles sejam perfeitos e amem seus filhos, mesmo não estando junto com a gente .. a escolha é unica e exclusiva deles mesmos ...
    Tb pensei q o pai da minha filha ia mudar depois q ela nascesse ... mas, infelizmente não ...
    Mas nada como o tempo né...
    Tb sou MÃE SOLTEIRA!! e muito feliz com a minha bebê!!
    tenho tb um blog ..se quiser conhecer..
    www.papodepae.blogspot.com
    beijooos!

    ResponderExcluir
  7. Flávia, eu n mandei uma msg dessas no dia dos pais pq já estava no limite da tensão da minha gravidez. Mas passei por algo mto parecido. O tempo todo eu disse a ele que esperava que a relação dele com a Isadora fosse boa e que na minha casa n haveria restrições a visitas etc. Mas nada disso adianta, nem adianta ficar repetindo isso para eles (pois é o que eu fazia). Quando querem, querem, quando não querem, não querem e ponto. Nossas atitudes n mudarão a deles. O máximo que podemos fazer é n piorar ainda mais a situação. Outra coisa: uma amiga minha me disse tempos atrás que n adianta o que eu faça pois ele ainda falará mal de mim e n participará da vida dela. Também não adianta acreditarmos que mudaram, como disse essa minha amiga "caráter não faz curva". Acho que tinha que ter um banco de dados de gente assim para que não caiamos na lábia de outro sujeito com tais características, pq convenhamos meninas nós somos sempre vítimas fáceis pois torcemos para ouvir um discurso maduro e mesmo os infantis sabem fazê-lo. abços. Fernanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi meninas tenho um bb de seis meses,vivi uma gravidez sozinha,o pai dele sumiu e dizia q o filho n era dele,sofri muito,e qndo o bb nasceu ele registrou e passou a impor suas visitas aqui em casa ,eu engoli,a vontade q eu tenho e nunca mais olhar na cara dele,ele ver o bb,me sinto muito mal ele age como se nao tivesse me feito nada,como se eu fosse uma mera incubadora de uma cria dele,em um ano com a gravidez e parto meu corpo mudou muito adoro cuidar do meu bb,mas sinto falta de me sentir mulher de vez em qundo saí e me sentir desejada,enqunto pai do bb ,curte a vida e esta com a pele otima e cada vez mais bonito,mas sei q tudo se ajeita um dia

      Excluir
  8. Nossa, eu tbm passei por tudo isso, na verdade eu me arrisquei muito e sabia que iria engravidar, só achei que realmente era amada e que ele se casaria... que anda, me enrolou..enrolou e terminou tudo quando nosso filho fez 3 meses.. hj ele é presente, mas poderia ser mais.. vivo brigando, as vezes fico mal e desconto tudo nele, não vejo a hora de começar trabalhar novamente e ter minha vida de volta, sair da casa dos meus pais, morar só, sair de vez em quando, passear mto com meu filho, e a vida vai se ajeitando, uma coisa digo, pelo que conheço dele, se passou quase 1 ano e ele ainda está só... todos dizem que ele ainda gosta de mim, só tem medo do meu jeito dificil, e é medroso e imaturo pra assumir tudo, tenho uma certeza, um dia ele vai querer voltar, não sei pq sinto isso, e acredito que vai ser tarde demais.. já vou estar fezli o bastante e nem vou ter tempo pra ele!!!

    ResponderExcluir
  9. Namoro a um ano e meio, em uma conversa sobre gravidez meu namorado me falou que, se por acidente eu engravidar dele, não poderei contar com a presença dele, se eu quiser continuar o namoro terei de abortar, pq um filho transformaria a vida dele em uma m.... Ele já tem um filho de 11 anos de um relacionamento anterior. Eu não tenho nenhuma pretensão de ter filho agora, mas é muito duro ouvir palavras tão cruéis do homem q eu amo, sei que se por acidente eu vier a engravidar ele me dará as costas. Este mesmo homem diz que me ama, o que posso esperar de uma pessoa dessas? Eu acredito que a maior dádiva da vida de uma mulher é ser mãe, e que quando Deus me conceder este milagre de gerar uma vida levantarei as mãos pros céus pra agradecer todos os dias.

    ResponderExcluir